quinta-feira, 26 novembro, 2020

América Latina envia mais de US$ 1 bilhão em criptomoedas para a Ásia

Com US$ 25 bilhões em criptomoedas enviadas e US$ 24 bilhões recebidos no último ano, a América Latina tem uma das menores criptoeconomias em volume transacionado, à frente apenas da África e do Oriente Médio.

Altcoins

Ripple Quer Se Tornar A Amazon do Mundo das Criptomoedas

A empresa de blockchain, Ripple, agora está planejando expandir seu uso para muito além de apenas agilizar pagamentos internacionais em parceria com bancos de...

Praia Sul Coreana Quer Que Você Use Ethereum em Suas Lojas

Os visitantes da praia de Haeundae-gu, na cidade de Busan, na Coreia do Sul agora podem pagar com Ethereum em todas as lojas à...

Enquanto DeFi Continuar em Destaque, Chainlink Estará no Coração da Revolução das Cryptos

Em todas as plataformas financeiras descentralizadas existentes, houve uma velocidade monumental de utilização. Apesar de outras moedas digitais terem um desempenho abaixo do esperado,...

Segundo Fundador da Pantera Capital, Bitcoin Subirá Muito, Mas Altcoins irão Explodir

Dan Morehead, da Pantera Capital, afirmou que acredita que os tokens de altcoins terão um desempenho melhor do que o preço do Bitcoin nos...
Redação
Redaçãohttps://www.cybermoney.com.br
Equipe de redação do Cyber Money.

A Chainalysis, empresa de análise de blockchain com sede em Nova York, publicou uma nova pesquisa destacando que houve até 200.000 transações em criptos no ano passado, no valor de mais de US$ 1 bilhão entre a América Latina e a Ásia.

O estudo “Como a América Latina mitiga turbulência econômica com criptomoedas“, analisou tendências de compra e venda de criptomoedas na América Latina entre julho de 2019 e junho de 2020 e mostra que os problemas de acesso bancário e a necessidade de remessas estão conduzindo a padrões únicos de uso de criptomoedas, especialmente em transações comerciais transfronteiriças.

Volume Criptos America Latina
Criptos incluídas: BAT, BCH, BNB, BTC, BUSD, CRO, CRPT, DAI, ETH, GNO, GUSD, HT, HUSD, ICN, LEO, LINK, LTC, MCO, MKR, MLN, OMG, PAX, PAXG, TGBP, TUSD, USDC, USDT, WETH, ZIL e ZRX. Gráfico: Chainalysis.

Enquanto a América do Norte e a Europa Ocidental são a maior fonte de remessas fiduciárias para a América Latina, as transações do Leste Asiático lideram no volume de transações de criptos. Muitos desses pagamentos são transações comerciais entre exportadores sediados na Ásia e empresas da América Latina.

Em entrevista à Cointelegraph, Kim Grauer, chefe de pesquisa da Chainalysis, disse que a empresa não foi capaz de apontar para um único fator impulsionador, pois há diferenças na América Latina entre os seus diferentes países, “com diferentes sistemas políticos e bancários”:

“O que podemos dizer é que o uso de trocas P2P é um serviço fundamental para a adoção na Venezuela, um grande mercado profissional impulsiona a adoção no Brasil e um substancial mercado comercial impulsiona a adoção entre Argentina, Paraguai e Brasil quando comercializam mercadorias, muitas vezes importadas da China.”

O estudo cita Luis Pomata, cofundador da bolsa paraguaia Cripex, que disse que os bancos no Paraguai estão preocupados com a lavagem de dinheiro “e são muito exigentes com quem trabalharão”. É por isso que o processo de aplicação bancária é “longo e difícil”, acrescenta Pomata, porque muitas empresas são rejeitadas pelos bancos.

Volume Criptos Paises da America Latina
Criptos incluídas: BAT, BCH, BNB, BTC, BUSD, CRO, CRPT, DAI, ETH, GNO, GUSD, HT, HUSD, ICN, LEO, LINK, LTC, MCO, MKR, MLN, OMG, PAX, PAXG, TGBP, TUSD, USDC, USDT, WETH, ZIL, ZRX. Gráfico: Chainalysis.

Segundo a pesquisa da Chainalysis, o Brasil é, de longe, o maior usuário de criptomoedas em volume na cadeia de todos os países da América Latina. No entanto, embora a Venezuela pareça estar em um distante segundo lugar, seu papel se torna mais pronunciado quando olhamos para os volumes de comércio P2P. Na verdade, os venezuelanos são responsáveis ​​pelo terceiro maior número de transferências em LocalBitcoins e Paxful, duas das exchanges P2P mais populares em todo o mundo.

O Brasil é, de longe, o maior usuário de criptomoedas em volume, comparado a todos os países da América Latina.

Chainalysis esclarece que ‘muitos indivíduos’ também não conseguem obter contas bancárias na América Latina, ajudando a impulsionar a adoção de criptomoedas na região.

Em julho, o Bitso, uma das maiores bolsas de criptomoedas da América Latina, atingiu 1 milhão de usuários antes de seu lançamento no Brasil.

De acordo com Santiago Alvarado, diretor de pagamentos transfronteiriços da Bitso, o sucesso da bolsa na Argentina está relacionado à extraordinária atividade de criptomoedas e a uma maior demanda por pagamentos internacionais no mercado local.

Como comentamos anteriormente, o aumento no volume de negociações em Bitcoin e outros ativos, sugere que as criptomoedas estão ganhando o interesse de vários países da America Latina. E este estudo da Chainalysis só reforça esta tendência. Há muito ‘espaço’ para o continente crescer em representatividade no mundo.

ImagensCanva
Com Informações deCointelegraph
- Ads -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Ads -

Últimos Artigos

10.000 ATMs de Bitcoin no Mundo e Estamos Apenas Começando

As instalações globais de ATMs de Bitcoin atingiram 10.000 unidades em 16/09, sete anos após a estreia da primeira máquina. Seus números aumentaram em...

América Latina envia mais de US$ 1 bilhão em criptomoedas para a Ásia

A Chainalysis, empresa de análise de blockchain com sede em Nova York, publicou uma nova pesquisa destacando que houve até 200.000 transações em criptos...

Grande Seguradora Suíça Agora Aceita Pagamentos em Criptomoedas

De acordo com um anúncio no site da seguradora de 31 de agosto, a Atupri Health Insurance está fazendo parceria com a empresa de...

Samsung Integra Solução de Identidade Baseada em Blockchain no Armazenamento de Chaves

Ontem, a maior operadora de telecomunicações sul-coreana SK Telecom, anunciou que acabou de integrar sua solução de identidade móvel baseada em distributed ledger technology...

Ripple Quer Se Tornar A Amazon do Mundo das Criptomoedas

A empresa de blockchain, Ripple, agora está planejando expandir seu uso para muito além de apenas agilizar pagamentos internacionais em parceria com bancos de...

Altcoins Para Ficar de Olho

rippleXRP
$ 0.481228
$ 0.481228
29.88%
cardanoCardano
$ 0.130991
$ 0.130991
22.52%
chainlinkChainlink
$ 12.04
$ 12.04
20.87%
eosEOS
$ 2.82
$ 2.82
23.9%
iotaIOTA
$ 0.290117
$ 0.290117
22.4%
0x0x
$ 0.390391
$ 0.390391
21.48%